Leasing como veículo é liberado após quitação do contrato

leasingautoitauHoje você vai conhecer um pouco mais sobre os contratos de leasing, e como o veículo é liberado após a quitação do contrato. Quando você adquire o leasing você tem a posse do veículo e não a propriedade. Legalmente, ele pertence ao banco. Por isso, quando você quinta o contrato, você deve fazer a transferência do veículo para o seu nome ou para o nome de um outro comprador, em caso de venda do veículo.

Veja primeiro passo que você deve seguir ao contratar um leasing e o que você precisa para liberar o veículo após a quitação:
1. Logo após contratar o leasing, providencie a emissão do CRV (certificado de registro do veículo no detran) em até 30 dias. Isso é muito importante para que o final do contrato a transferência do veículo seja feita de forma mais ágil e sem nenhuma complicação. Caso você decida liquidar o contrato antes dos 24 meses de sua contratação, você deverá fazer o processo de rescisão do leasing.
2. Para obter o valor para a rescisão do contrato e os documentos necessários, o caminho mais ágil é através da rescisão automática. Disponiveis nos “serviços online” do banco Itau ou via a central de atendimento, que também está preparada para esclarecer suas dúvidas sobre esse assunto e providenciar a rescisão do contrato.

Um ponto importante que você precisa saber, é que o banco central que estabelece que o prazo mínimo para um contrato de leasing é de24 meses. Por isso, caso você quite seu contrato, antes do prazo mínimo, o veículo não poderá ficar em seu nome e você deverá enviar para o banco os dados de um outro comprador para o veículo. Agora se você quitar o leasing após 24 meses de sua contratação, o veículo poderá ficar em seu nome ou no nome de um comprador, caso você queira vender ou transferir o veículo para um terceiro.

Atenção
Após a liquidação do contrato, será necessário informar seus dados ou os dados do novo comprador e enviar alguns documentos ao banco em até 15 dias corridos contados a partir da quitação do seu contrato. Por determinação do código de trânsito brasileiro, caso você não envia os documentos no prazo estabelecido, o veículo será obrigatoriamente registrado em seu nome e não poderá mais ser transferido para um outro comprador neste momento.